Arquivo para Küd Bier

Pão e Cerveja – Festa de 2 anos regado a cerveja Artesanal e Rock n Roll

Posted in Cervejas em geral, Festa Cervejeira, HomeBrewer, Novidades Cervejeiras with tags , , , , , , , , on junho 14, 2011 by cervejasbrasil

No dia 11-06, Minas exalou cerveja artesanal!

Em Nova Lima, numa praça, em frente  microcervejaria Küd Bier aconteceu uma dos melhores eventos cervejeiros de todos os tempos no Brasil.

Dezenas de cervejeiros aderiram a uma comemoração muito especial: 2° Aniversário do Programa Pão e Cerveja.

Para quem ainda não conhece o programa, Pão e Cerveja é um dos maiores divulgadores de Cultura Cervejeira do Brasil. Apresentado por Fabiana Arreguy, trás noticias do mundo cervejeiro em todos os âmbitos. Fantástico!

O evento contou com apoio fundamental de cervejarias como FalkeBier e Wäls, além de bares de cultura cervejeira como By Frangos, Rima dos Sabores e claro Frei Tuck, A micro cervejaria Küd Bier, anfitriã pela segunda vez foi que  liderou a organização.

Muitos entusiastas, especialistas e homebrewers lotaram a praça em prol da Cerveja Artesanal. Entre eles Mauricio Beltramelli e José Padilha, dois grandes divulgadores da cultura cervejeira brasileira.

A trilha sonora da festa: Rock n Roll!  Primeiro o Clube do LP  que detonou com Jethro Tull, Led, Doors entre outros classicos,  depois 3 bandas de Rock animaram os beberrões, entre elas Seu Madruga, banda cover de AC/DC!

Agora vamos ao que interessa: As cervejas!!

Quem esteve no evento se deparou com um Paraíso para os caçadores de Cervejas! Eram muito estilo, pra todos os gostos! Fantástico! Maravilhoso!

Os homebrewers da Acerva Mineira estavam inspirados.De estilos tradicionais como Bohemian Pilsner, Witbier e ESB a Smoked Dark Ale, Brassada em fogão de lenha, Black IPA, Cachaça Ale Dry Boldation, podiam ser encontrados nas barracas.

Tive a oportunidade de beber inúmeros rótulos de diferentes estilos. Infelismente não consegui provar todas as cervejas disponíveis. Segue abaixo algumas cervejas degustadas:

Assim que cheguei fui visitar o stand da SmedGard e bem recebido por Dino e Daniel Draghenvaard. Assim comecei os trabalhos com um HIdromel, Viking Blody! Fantástico a começar pela bela garrafa.

As opções de estilos eram muitas no entanto era necesário ficar a tento ao volume que cada cervejeiro estava oferecendo, sendo assim dificultava priorizar cervejas por estilo, como pede o protocolo de degustações, começar pelas mais suaves, etc.

Fui atrás de cervejas que não havia degustado em ocasiões anteriores, lançamentos e raridades.

Assim comecei a degustação de cervejas pela Colorado Appia. Tratava-se do lançamento da nova receita. Que por sinal achei mais saborosa. O “time” da Colorado conta com cervejas como Indica, Demoiselle e Ithaca, o que a meu ver sempre dificultou prestar mais atenção na Appia. Mas a cerveja realmente está boa!

Partindo para as Caseiras: RauchBier

Fui conferir a breja que Augusto e Emanuel ,Old Rock Bier campeões mineiros 2011 no estilo ESB. Me deparei com uma RauchBier, possivelmente enviada ao C0ncurso Nacional das Acervas 2011.

Uma Rauchbier de boa drinkability. Bem lupulada. Em alguns pontos até sobressaindo ao aroma defumado. Mas este também estava ali. Os caras fazem mesmo jus à fama de lúpulomaníacos. Cerveja Excelente.

Ainda na onda dos defumados, fui pro açougue da SmedGard:

Ali me deparei com uma típica cerveja mineira: Church Incinerator. Uma Smoked Dark Ale brassada no fogão a lenha.

A breja é bem complexa. Bem complexa em maltados, percebe-se inclusive no aroma e no gosto notas de malte queimado (A breja sequer teve controle de temperaturas na brassagem). Malte defumado, caramelo intenso e bom amargor.

No Stand ainda estava sendo servido, vinho de Jaboticba, HIdromel e tira gosto derivados do Porco.

A proxima breja era da mesma barraca, e tão mineira quanto:

Trata-se da Bento Bier CachaçaAle Dry Boldation, 2° colocado no Concurso Mineiro 2011 no Estilo Mineiro . A breja leva “dryHopping” de Boldo na Cachaça. Muito saborosa. Boldo e cachaça aparecem muito bem inseridos, sem atrapalhar o conjunto. Uma agradável surpresa.

A próxima parada foi na barraca onde estavam as cervejas La Roche Sarsgaard do Pablo Carvalho e VM Beer , do Alfredo.

Apesar da mais famosa das cervejas da Sarsgaard ser uma Belgian Blond Ale, tive a oportunidade de provar a Weiss que havia acabado de ser plugada na choppeira. Deliciosa.  Infelismente não foi registrada!

A cerveja da foto acima é a VM, uma English Pale Ale extremamente refrescante, com lupulagem suave mas perceptivel. Extrema drinkability.

Resolvi apresentar pro Vittorio a Jambreiro Bâdil:

Já conhecia a cerveja do Humberto, uma breja deliciosa, Trata-se de uma American Brown Ale, estilo que está entre as preferidas do Vittorio que inclusive teve duas receitas  nas finais do Concurso Nacional 2009 – RJ.

Fãs deste estilo pudemos degustar um belo exemplar.

Uma água pra dar uma aliviada no paladar e fui degustar a breja de outra fera da cerveja artesanal:

Cristiam da cerveja Profana- JF. O cervejeiro levou uma Bohemian Pilsner, que segundo Cristiam não havia tido a maturação necessária para o estilo. Bem turva para uma Pilsner, mas muito sborosa. Pude degustar ao lado do confrade Vittorio MobBier, Rodrigo Camargos da Acerva RN e Padilha um dos expoentes da cultura cervejeira brasileira, representante da Acerva Carioca.

Na caça por boas cervejas nada mais normal que trombar com outros caçadores.

Mauricio Beltramelli, um dos maiores caçadores de cerveja do Brasil!

Atendendo ao chamado do confrade Bruno Toteya, fui compor o juri da Acerva Gorda que julgou os pães de Malte

Não se tratava de apenas um time de peso, mas sim um time de GORDOs.

Após o julgamento era hora de voltar aos trabalhos. O frio havia chegado com força, mas ainda haviam muitas cervejas no caminho!

Fomos provar a Grimor n°3.

A breja do Patrus e Lela dispença comentários! Deliciosa como sempre. Fácil de beber inumeras. Pela dificuldade de se pegar dá pra ver a reputação do casal.

Aproveitamos para provar uma Vinil, que pela segunda vez não consegui registrar por descuido. Pura empolgação meio a tanta bebedeira.

Uma que não ficou sem registro, embora acabei esquecendo pra tras a garrafa:

Cerveja Lisboa, uma Pale Ale com bom amargor e sugestiva dose de maltes caramelizados.

A noite caiu e acabamos perdendo alguns registros, mas pra minha sorte não perdemos essa aí:

Pegamos os ultimos copos da Black IPA da Küd Bier, que espetáculo de breja! Ainda matamos alguns copos da WitBier Tangerine.

Como estavamos de carro e o Vittorio ainda é novo na cidade, nos despedimos dos amigos após saborear um caldo com pescoço de avestruz servido pelo Rima.

Bom, espero ter passado um pouco do que foi este evento maravilhoso. Deixo aqui os parabéns para todos os envolvidos e em especial aos homebrewers da Acerva Mineira!Abaixo mais alguns registrosdo evento:

Acerva Gorda, Fabiana e as meninas da CONFECE

Roberto Aquino, Itabira e a equipe da A Nossa

Paulo Furst Bier

Cerveja da Vila

MG-30

Pão, Porco e Cerveja!  o/

Anúncios

2 anos do Pão e Cerveja

Posted in Cervejas em geral, Festa Cervejeira with tags , , on junho 10, 2011 by cervejasbrasil

Uma das maiores ferramentas de propagação da Cultura Cervejeira do Brasil  completa 2 anos de existência:

O programa: Pão e Cerveja !

O pão e Cerveja é apresentado por Fabiana Arreguy,que é  Sommelier de Cervejas, e vem ao longo destes 2 anos compartilhando deliciosas experiências e trazendo novidades e total apoio para o desenvolvimento da Cultura Cervejeira.

 

E para comemorar, nada mais justo que reunir Pão e Cerveja num dia de muita festa!

 

Dentre as inumeras cervejas já confirmadas estarão a cerveja com boldo e cachaça do cervejeiro Bento, a Old Rock do Emanuel e Augusto, Cervejas da Jambreiro, Vilã, Grimor, KÜD. Antigos e novos rotulos de cervejas caseiras de MInas Gerais. Simplesmente imperdível !

Tudo isso ao som de Muito Rock n Roll. O club do LP comandado pelos cervejeiros da Vinil, que também marcarão presença com suas brejas comandará a festa.

Não fique de fora!

 

Concurso Interno da Acerva Mineira – Resultado

Posted in Cervejas em geral, Festa Cervejeira, HomeBrewer, Novidades Cervejeiras with tags , , , , , , on maio 4, 2011 by cervejasbrasil

No fim de semana passado, sábado 30 de Abril aconteceu nas dependências da microcervejaria Küd Bier a 1° Confraternização da Acerva Mineira 2011.

Inúmeras cervejas especiais regaram a agradável tarde ensolarada e ajudou a segurar a ansiedade dos cervejeiros que concorriam no Primeiro concurso Interno da Acerva Mineira.

Os estilos foram English Pale Ale – Extra Special Bitter e Estilo Livre – Escola Mineira. O primeiro já conhecido por todos é um clássico da escola inglesa, o segundo é uma proposta revolucionária: elaborar uma cerveja diferenciada e que leve em sua receita ingredientes que se relacionam com a culinária mineira e/ou que possuam relação com a história e cultura de Minas Gerais. E foi um sucesso!!

Muitos elogios sobre as cervejas enviadas, destaque para as 3 primeiras colocadas:

Estilo Livre – Escola Mineira

1 Lugar: Humberto Ribeiro Mendes – Jambreiro –

Estilo: Smoked Milk Herb Strong Ale ;

Ingrediente: Doce de leite e folhas secas e verdes de Lippia alba –

Cerveja: Cerevisae lundii


2 Lugar: José Bento Valias Vargas – Bento Bier –

Estilo: Pale Cachaçale Dry Boldin ;

Ingrediente: técnica de “Dry Hopping” de boldo na cachaça –

Cerveja: Cachaçale Dry Boldation

3 Lugar: Paulo Patrus e Gabriela Montandon – Grimor –

Estilo: Nicotiana – Cerveja de Tabaco Mineiro  ;

Ingrediente: Fumo de rolo –

Cerveja: Grimor Tabacum


No tradicional estilo Inglês a colocação ficou assim:

English Pale Ale – Extra Special Bitter – ESB

1 Lugar : Antônio Augusto e Emanuel Manfred – Old Rock Beer – Cerveja: Old Rock Beer ESB

2 Lugar: Rafael Patrício e Rogério William – Cerveja: Spell

3 Lugar: Shinaider Fonseca – Cerveja: Brust Bier ESB

Entre as cervejas que abasteceram a bebedeira estavam Küd Bier Kashmir(IPA) e Küd Witbier, Vinil Pilsner, Falke Diamantina (Bohemian Pilsner) e Villa Rica (Dry Stout), Grimor N°3 além de uma pequena quantidade de  Jambreiro Cerevisae lundii. Perdão caso tenha esquecido de mais alguma.

 Muito Rock n Roll e  churrasquinho animaram a tarde cervejeira.

Mais informações sobre as cervejas do Estilo Livre você poderá conferir sexta-feira 06-05 no Programa Pão e Cerveja da radio CBN.

Abaixo algumas fotos da festa!

Saúde! §11  o/

Fotos: Rubens Hermógenes, Robson Wander e Bruno Ribeiro


Cervejas para Comprar: Küd Bier – Cerveja & Rock n’ Roll

Posted in Comercio de Cervejas, HomeBrewer with tags , , on outubro 5, 2010 by cervejasbrasil

Uma das melhores coisas que se pode fazer nessa vida é ouvir um bom Rock n’ Roll bebendo uma boa cerveja.

Para os apaixonados por essas duas maravilhas, apresento a cervejaria Küd Bier.

Uma das portas de entrada do futuro BrewPub Küd

Já conhecia algumas cervejas e o espaço da Küd, mas desta vez fomos recebidos pelo cervejeiro Alencar, um dos sócios que nos apresentou a cervejaria por completo.

Alencar apresentando seu equipamento

E claro nos deixou provar cervejas ainda em processo de finalização:

Ótima experiência. Nesta foto acima provei a IPA que ainda está tendo a receita estuda. Um dia antes no Frei Tuck, já havia bebido uma receita de IPA disponibilizada para o evento da Confraria BH, que leva o nome de Kashmir, uma homenagem à banda Led Zeppelin. Trata-se de uma inglesona de extrema drinkability, daquelas cervejas de se beber inúmeras.

A Kashimir já havia sido premiada em um concurso na Argentina que você pode ler mais Aqui. No entanto como os cervejeiros estão com equipamento novo, estão em fase de adaptação para buscar o equilíbrio outrora reconhecido pelos confrades hermanos.

A nanocervejaria é super estruturada. Conta com equipamentos de primeira linha e cervejeiros criativos e dedicados.

E para onde você olha, Rock n’ Roll e Cerveja estão presentes.

Infelizmente não é tão fácil encontrar as cervejas da Küd Brasil a fora, mas para felicidade de todos os amantes de Cerveja e rock, os sócios estão se preparando para abrir um Brewpub, que será no mesmo local da cervejaria. Sem dúvidas será um Templo do Rock e da Boa Cerveja.

Atualmente a Küd produz cerca de 4 mil litros por mês envasadas em barris e garrafas. Para adquirir é necessário entrar em contato pelo telefone: (31) 9329-3031 (Falar com Alencar) ou fazer como nós, bater na porta da Cervejaria e verificar os estilos disponíveis.

Alencar ajudando Alvaro a levar nossas garafas de Küd Smoke on the Water

A Cervejaria Küd Bier fica no seguinte endereço:

Rua kenton 36, Jardim Canadá, Nova Lima, a cerca de  10 km de BH.

Na ocasião acima, levamos para casa uma Rauchbier que homenageia a banda inglesa Deep Purple com o rótulo: Smoke on the Water.

Para os interessados em regar seu rock com boas cervejas, Alencar esclarece: “Os barris são vendidos e o cliente já leva a chopeira e o cilindro de gás sem custo para fazer a festa.”

Agora já sabe, se quiser fazer uma festa e cultuar o bom e velho rock n’ roll, a Küd Bier é sem dúvidas a melhor opção. Também ideal para presentear os amigos roqueiros.

Em breve as cervejas estarão sendo comercializadas no BrewPub da Küd e em outras casas em BH. Por enquanto só mesmo por telefone.

O confrade Alvaro tratou de comprar algumas garrafas e seu Bar, Petiscos, em Ipatinga possui algumas garrafas, mas não deve durar muito tempo, então corra.

Assim que tivermos mais novidades, postarei aqui!

E como diria um clássico do rock nacional: “Qualquer dia vamos passar a pão com Cerveja, e que não falte a bebida baby, pra que pior não seja.” (Pão com Cerveja- Velhas Virgens)

Patricio  

O comercio de cervejas caseiras como ferramenta de acesso a cervejas especiais

Posted in Comercio de Cervejas, HomeBrewer with tags , , , , , , on setembro 9, 2010 by cervejasbrasil

O comercio de cervejas caseiras é criticado por muitos homebrewers. Respeito a opinião deles, pois em sua maioria temem que aproveitadores se escondam atrás da idéia “Artesanal” e comecem a comercializar produtos sem qualidade manchando a imagem daqueles que buscam resgatar antigas tradições cervejeiras e produzir cervejas de extrema qualidade.

O risco que os Artesãos da Boa Cerveja correm é real e devemos ficar atentos, no entanto o que seria de nós sem o comercio sadio e informal das cervejas caseiras. Digo isso pois sei que é complicado compartilhar as pequenas produções com todos amigos, além do custo, acabaria centralizando num pequeno grupo(os amigos com mais acesso) e seria mais complicado compartilhar a cultura cervejeira artesanal.

No entanto,quando esse comercio é organizado buscando a propagação da cultura cervejeira, ganham os cervejeiros e ganha ainda mais os admiradores desta maravilhosa cultura.

Como foi o caso do evento realizado em Belo Horizonte neste ano, no dia 29/05. Organizado pela nascente cervejaria Küd Bier, em parceria com Frei Tuck e o programa Pão & Cerveja da Rádio CBN. No mesmo evento em que se comemorou o nascimento da Micro cervejaria, comemorou-se o aniversário do programa cervejeiro num evento chamado: Frei Tuck Biergarten.

Entrada da Cervejaria Küd Bier

Ali estavam reunidas inúmeras personalidades cervejeiras do Brasil. Cervejas caseiras eram comercializadas e degustadas  por especialistas e pelo publico geral que lotou o espaço. Sem dúvidas uma excelente oportunidade para difundir a cultura cervejeira.

Conversei com muitas pessoas que estavam ali provando pela primeira vez uma cerveja caseira. Obviamente, o sucesso de eventos como esse está inteiramente relacionado com os cervejeiros envolvidos que se comprometem em comercializar cervejas de alta qualidade.

Frei Tuck Biergarten: Comercio e cultura cervejeira

Nesta ocasião, pude comprar inúmeros exemplares de produções mineiras, entre elas, duas garrafas de hidromel dos confrades da Smedgard, garrafas da Cerveja Grimor, O’driscoll Rugbeer, além de provar chopp ESB com dry Hop da VM, Brown Porter e ESB da Vinil, Witte da Taberna dos Vales e  Blond Sasgard .

Depois de dois anos consegui comprar 2 garrafas de Hidromel Viking Smedgard

Sou completamente a favor das organizações cervejeiras, Acervas, e apoio todos os eventos promovidos por essas entidades estaduais.  São ferramentas fundamentais para dar acesso ao mundo cervejeiro.

Sou a favor também desta comercialização consciente. Para minha felicidade e de muitos apaixonados por cerveja caseira alguns amigos comercializam Brasil a fora e em breve postarei alguns endereços de onde conseguir excelentes cervejas caseiras.

Boas Cervejas !

Patricio      

obs: Duas fotos neste post foram retiradas do Blog Pão e Cerveja. da reporter cervejeira Fabiana Arreguy