De volta aos trabalhos…

Posted in Cervejas em geral, Harmonizações, HomeBrewer, Novidades Cervejeiras with tags , , , , , on janeiro 31, 2012 by cervejasbrasil

Aos amigos cervejeiros que acompanham o blog devo desculpas pela ausencia de post nestes 4 meses. A falta de tempo para compartilhar as brejas degustadas nos ultimos 4 meses me fez acumular uma lista de cervas que merecem muita atenção.

Para o bem da nação, hoje podemos contar com inumeros blogs cervejeiros em que as experiencias são compartilhadas.

O breve post de hoje é dedicado a 4 brejas grandiosas que pude degustar em 2011 e que com certeza irei repetir a experiencia: Escuras, Complexas e Deliciosas!

Bravo Imperial Porter, Colorado Ithaca,  Bierland Imperial Stout e SmedGard Double Imperial Stout.

Bravo Imperial Porter

Para quem ainda não conseguiu provar, esta é uma cerveja mineira, produzida pela Backer pertence à serie Extreme que conta com  a assinatura do mestre Paulo Schiaveto.

A breja é  maturada em barris de Umburana que a torna ainda mais peculiar, a madeira está bem presente no arôma. O s 9% de teor alcoolico se apresentam de forma agressiva e podem assustar.  OS maltes escuros remetem a café e um leve chocolate mais amargo que sugerem uma surpreendente harmonização com sobremesas a base de chocolate.

Em Minas Gerais é fácil encontrar e o preço é excelente.

 

Colorado Ithaca.

Esta foi uma breja que me agradou muito. Mais uma obra de arte da cervejaria Colorado. Apesar de seus 10,5% de Alcool e 60 de IBU é uma cerveja equilibrada.  Os aromas vão dos maltes tostados à leve toque de baunilha. Bem complexa.  A breja leva rapadura preta na receita. Foi muito badalada pela dificuldade de ser registrada no MAPA e fez bonito quando chegou aos copos. Grandiosa.

Apesar de ter um custo elevado, é uma das brejas pelas quais vale a pena investir na degustação.

 

Bierland Imperial Stout

Mais uma deliciosa cerveja Brasileira. Bem mais suave e discreta que as brejas selecionadas para este post, mas isso me chamou atenção. Apresenta  tons tostados que remetem a café, caramelo e chocolate amargo , como se é esperado mas sem ser agressivo. Com 7% de teor alcoolico é fácil de ser degustada.  Na ocasião optei pelo contraste harmonizando com queijo Gorgonzola que ajudou a evidenciar ainda mais o sabor de chocolate.

Em geral tem ótimo preço no mercado cervejeiro embora não seja tão fácil de ser encontrada.

 

Pra fechar não poderia ser outra:

SmedGard Mordor Double Imperial Stout.

Obs: Cara feia e hurros são tradicionais nas degustações de SmedGard

Já adianto que esta é para aqueles que procuram cervejas extremas.

Com 13% de teor Alcoolico e nada menos que 172 de IBU esta é uma das bebidas mais insanas que já provei. O álcool ainda passa tranquilo meio a um ótimo corpo tostado. Mas o amargor… Não dá pra beber mais nada depois desta monstruosa cerveja caseira. Esta sim é uma cerveja marcante.

Apesar de toda maldição que esta breja carrega consigo, é uma daquelas garrafas que você sempre reclama de ser pequena ou so ter uma. Para minha felicidade ainda tenho uma.

Produzida pelos pagãos Dino e Daniel, as cervejas Smedgard são limitadas e muitas vezes de dificil acesso. Comprei as brejas diretamente com os vikings e ainda tenho uma garrafa que pretendo registrar em video a degustação. Aos interessados em provar a breja, em breve farei um post exclusivo sobre a Mordor e postarei mais os contados adequadamente.

 

Para nossa felicidade a última boa notícia do mercado cervejeiro é a produção da cerveja Dum Petroleum em escala industrial. A cervejaria Wäls é a responsável por este presente aos caçadores de cervejas brasileiras. Mais uma badalada Imperial Stout se tornará mais acessível.

Espero que este post possa ter ajudade de alguma forma os amigos que possuem curiosidade sobre algumas destas brejas citadas.

E que em 2012 as degustação sejam tão grandiosas quanto 2011. As Cervejarias Brasileiras estão fazendo sua parte!

Saúde a todos.

Bier Fest Taberna do Vale

Posted in Cervejas em geral, Festa Cervejeira, Novidades Cervejeiras with tags , , , on setembro 27, 2011 by cervejasbrasil

A pouco mais de uma semana , no dia 17/09 a Taberna do Vale, cervejaria escola de Nova Lima organizou uma maravilhosa festa cervejeira: o BierFest, um Festival de cervejas Artesanais.

Tive a oportunidade de conferir e não deu em outra: muitas cervejas de qualidade, Rock’n Roll e diversão.

Mais de 15 produtores de cervejas artesanais apresentando diferentes estilos e alguns revolucionários. Fiz uma tour e registrei parte da bebedeira.

Cordialmente comecei por uma das Cervejas da anfitriã Taberna do Vale  Helles :

Bem avermelhada, levemente turva e de extrema drinkability. Breja ideal para se beber inúmeros volumes e claro, com muita qualidade. Felipe mostrou que aprendeu mesmo fazer uma boa cerveja alemã.

Pude ainda degustar a Carol Weiss, Mariwit e bem mais tarde a Grand Cru, todas deliciosas. Infelizmente nem todas foram registradas.

Layla, Ana nos acompanharam no incício da Festa

Fui cumprimentar alguns amigos e ao me deparar com uma autêntica cerveja mineira não resisti e resolvi apresentar a breja aos amigos e esposa que me acompanhavam:

OLA GoiabAle:

Por que optei por começar com ela: Minha esposa não curte cervejas amargas nem as convencionais, a Ana mal conhecia cervejas especiais e Webim, conhece muitas e apesar de ter gosto bem variado, sei que é bem exigente, nada melhor que apresentar uma breja elaborada especialmente para o concurso mineiro com ingrediente da nossa culinária, a Goiaba.

Foi “Tiro e Queda”. Adoraram e se surpreenderam com a breja. Não foram apenas eles, Todas as pessoas com as quais eu conversei pensaram o mesmo: a breja estava demais.

Com baixo amargor, corpo médio, delicioso aroma de goiaba e uma aparência sugestiva, uma marrom acobreado lembrando uma goiabada! Muito boa mesmo.

Segundo o trio, Otávio, Lucas e Alfredo, a goiaba é adicionada em forma de geléia e ainda estão fazendo testes para engarrafar a breja que atualmente só se encontram na versão de barril.

Webim e Eu provando as brejas da OLA com os amigos Otávio, Lucas e Alfredo

Pude ainda provar os outros estilos disponíveis pela turma da OLA. Uma Strong Golden Ale, Irish Red Ale (daquelas que você quer beber 20 copos) e uma empolgante Porter com lupulagem diferenciada. Essa turma da OLA está de parabéns pelas belas cervejas!

Na seqüência fui de torneira em torneira provando as produções mineiras e aprendendo um pouco sobre cada uma:

Old Rock

Fui conhecer mais uma cerveja da dupla infernal Emanuel e Antonio Augusto:

Emanuel e a Old Ale da Old ROck!

Como era de se esperar. Genial!!

Os caras levaram uma Old Ale simplesmente deliciosa. Na boca grande equilíbrio entre maltes e lúpulo seguindo no aroma. Com muita personalidade, uma cerveja expressiva que não resisti e bebi mais de 2 copos ao longo da festa. Pode parecer pouco, mas eram muitas brejas a serem degustadas, hehehe.

Grimor 21

A começar pela apresentação da Cerveja: Linda!

O casal Gabriela e Patrus são impecáveis neste ponto. Se você tiver a oportunidade de comprar esta breja na garrafa vai ser contemplado com um rótulo espetacular e ainda pode optar por levar na caixa personalizada. Trabalho profissional! Espetacular. Se tiver a oportunidade de beber na pressão, sendo tirado por eles, uai, você poderá ser presenteado com a simpatia do casal que gentilmente fala com todo prazer da elaboração desta deliciosa cerveja. Uma atenção impar! E não é marketing para vender a breja não. Ela se vende pela qualidade e claro pela criatividade e ousadia do casal.

A Grimor 21 é uma Herb Bier, uma cerveja que leva em sua receita Rosas e Hibisco. Surpreendente e deliciosa. Dourada e levemente turva, amargor presente que proporciona grande drinkability (na minha opinião marca registrada da Grimor).

Ouropretana

De Ouro Preto, Leonardo Trópia e seu sócio levaram mais uma cerveja para se beber aos montes: Uncle John Pale Ale

Bela coloração avermelhada, turva, no aroma maltes tostados e caramelo, no sabor um bom amargor, e mais maltes caramelizados e tostados. Cerveja saborosa e muito fácil de se beber! Parabéns pessoal.

Cerveja Profana

Um privilégio poder beber a Profana Bock.

Para quem não sabe a receita do meu amigo Cristian , Profana Volúpia foi eleita a melhor do país em 2009 no Concurso Nacional das Acervas – RJ

As produções do Cervejeiro de Juiz de Fora são impecáveis. Fazem jus à sua reputação. Bem maltada, no aroma e sabor muito caramelo, lupulagem para dar equilíbrio. Álcool bem inserido, nada agressor mas que se apresenta bem Deliciosa.

Cerveja MG-30.

Outra turma que fiquei conhecendo pessoalmente neste dia.

Os caras levaram uma Brown Ale deliciosa. Apesar da lupulagem não apresentar notas cítricas como os lúpulos mais usados em geral, Cascade e Amarilo apresnetam, a carga da flor usada na breja dá indícios de que é uma American Brown Ale. Excelente amargor que chaga a sobressair aos maltes chocolate, caramelo e tostado que também estão ali. Excelente cerveja que pude degustar em ótimo bate papo e ótimas companhias.

 VM Beer

A turma da VMBEER marcou presença com uma Dry Stout muito boa.

Não possui a carga  excessiva de maltes torrados que muitas brejas do estilo apresentam, o que valorizou os maltes caramelizados. Outro ponto importante é a carga de lúpulo marcante, que segundo os confrades presentes, é a assinatura do Alfredão.

Cerveja Independente

Daniel Marques levou para festa uma deliciosa cerveja: American IPA.

Segundo o cervejeiro a breja está sendo aperfeiçoada para o concurso nacional de 2012. E podem se preparar que vem coisa boa aí. As brejas do estilo em geral são mais encorpadas que a versão da Independente IPA, mas acredito que este pode ser um trunfo de Daniel, que apresenta em sua cerveja uma deliciosa lupulagem. Como pede o protocolo, bastante herbal e cítrica no aroma, e na boca um amargor de responsabilidade!

Cerveja Karpens

Infelizmente não tenho registros da deliciosa Märzen oferecida pelo grande Thomaz. Mas ficou na memória. Vermelho acobreado, levemente turva. No sabor maltes especiais e lupulagem suave, muito refrescante. Será sem dúvidas a cerveja que mais irei beber no Uaiktoberfest.

Cerveja Artesana

O cervejeiro Mauricio foi um dos cervejeiros que garantiu a presença de cervejas agressivas com sua Strong Golden Ale  a  – Ducão

Breja com mais de 8% de teor alcoólico que se apresentam sem piedade! Bem turva e de baixa carbonatação, final adocicado o que parece sugerir mais álcool ainda. Ideal para saborear um espeto de Porco que era vendido na festa.

Não consegui degustar a ESB. É esperar a próxima oportunidade.

Pra variar infelizmente  não consegui beber todas. Na próxima quero provar a Cerveja Barbante (JF), Lisboa, Ave César entre outras que estavam presentes e não consegui provar e registrar.

Fica os parabéns à turma da Taberna do Vale pela grande festa e aos amigos homebrewers que garantiram excelentes cervejas. Sem dúvidas a Bierfest da Taberna do Vale entrará para o calendário oficial dos cervejeiros brasileiros.

Mais informações e registros do evento você confere no site da Taberna:

http://www.tabernadovale.com.br/2011/09/resultados-do-1-bierfest-taberna-do.html

Saúde!

Patricio

Concurso Nacional 2012

Posted in HomeBrewer with tags , , , , on agosto 22, 2011 by cervejasbrasil

Atenção homebrewers de todo Brasil: Já é hora de voltar às panelas em busca das receitas campeãs!

A Acerva Paulista divulgou os estilos  de cerveja que competirão no Concurso Nacional das Acervas 2012 que acontecerá entre os dias  7 e 9 de julho de 2012.

Acerva Paulista organizará o Concurso Nacional de Cervejas Artesanais 2012

Os estilos definidos foram:

      5C – Doppelbock

      13F – Russian Imperial Stout

      14A – American IPA

        9D – Irish Red Ale

     23 – Estilo Livre (obrigatoriedade de uso de algum ingrediente brasileiro)

Apesar de o  regulamento não ter saído uma importante informação foi adiantada: As garrafas a serem enviadas poderão ser padrão caçula 600ml (iguais às da Falke, Colorado, etc..) ou 600ml padrão (aquelas utilizadas pela ambev, e outras macros).

Fundamental tal informação para que as Russian Imperial Stout possam ser elaboradas e envelhecidas na garrafa dos homebrewers.

O regulamento com mais informações sai em Setembro. Fique atento ao blog da Acerva Paulista. A cidade que irá sediar o evento também foi definida: Piracicaba

 

Detalhe para o Estilo Livre que sem dúvidas ira aguçar a criatividade dos cervejeiros brasileiros! Novidades virão e acredito que este estilo será o que mais chamará atenção na competição.

Mais informações você pode encontrar no Blog do Brejas

Vamos Aguardar! Melhor, Vamos às panelas!

Patricio

#IPA Day: Brindemos ao estilo Indian Pale Ale

Posted in Uncategorized on agosto 4, 2011 by cervejasbrasil

Dia 04 de Agosto está sendo um dia muito especial para quem curte cervejas amargas. Esta data foi escolhida para se comemorar o dia Internacional das cervejas do estilo IPA ou Indian Pale Ale.

Para quem não sab,e o nome deste estilo Indian Pale Ale tem uma historia muito interessante. As IPA inglesas surgiram da necessidade de abastecer os beberrões, ou melhor os ingleses que estavam envolvidos na colonização da Índia. As longas viagens e variação de temperaturas exigiam as tradicionais Pale Ale  mais alcoólicas e mais lupuladas, para que assim pudessem se conservava por mais tempo. Daí o nome Indian Pale Ale.

As cervejas fizeram tanto sucesso que passaram a ser copiadas mundo a fora.

Em geral são cervejas bem complexas, de aparência avermelhada a ambas escuro e em alguns casos levemente turvas, principalmente as não filtradas. Tanto no aroma quanto no sabor estão presentes caracteristicas provenientes dos lúpulos como aromas florais herbais, cítricos. Lúpulo é a grande estrela deste estilo.

Nas versões inglesas, English IPA a lupulagem é mais suave que as versões americanas. Percebe-se mais equilíbrio entre lúpulos e maltes, este agregam tons de caramelo e toffe.

A homenagem da FalkeBier ao estilo: Se fossem os ingleses os exploradores de nossas terras, a cerveja que suportaria a travessia da Estrada Real seria uma IPA!

As versões americanas por sua vez conquistaram a todos pela ousadia. Em geral apresentam lupulagem como carro forte. Os confrades do Norte também nos presentearam com mais dois estilos Imperial IPA, versão ainda mais alcoólica e mais amarga e a Black IPA, uma versão escura deste estilo.

E para nossa felicidade temos excelentes exemplares no Brasil. Tive a oportunidade de beber algumas e compartilho as fotos com vocês:

Colorado Indica- Uma IPA com lúpulos americanos, uma das mais famosas do Brasil. Além de maravilhosa a breja leva um ingrediente nacional: Rapadura!

 

IPA Antares - Nosso Hermanos tambéms curtem !

Sixtofer - outra IPA Argentina que tive a felicidade de degustar

 

Flying Dog - Snake Dog IPA - compões o time das festejadas americanas que conquistaram os cervejeiros brasileiros

A KÜD Bier, microcervejaria mineira registrou a primeira Black IPA do Brasil! Maravilha!

Mais sobre esse grande dia e sobre este delicioso estilo de cerveja você pode ler nos blogs amigos abaixo:

http://www.allbeers.com.br/2011/08/dia-internacional-da-ipa.html?spref=fb

http://www.hominilupulo.com.br/universo-da-cerveja/ipaday-um-brinde-aos-navegantes/

http://www.craftbeer.com/pages/stories/craft-beer-muses/show?title=international-ipaday-celebrating-the-india-pale-ale

 

Dicas de harmonização com o estilo você pode conferir com o grande Edu Passarelli:

http://receitas.uol.com.br/ultimas-noticias/multi/2011/06/08/04024C9C316AC8A11326.jhtm?quais-aperitivos-combinam-com-cervejas-india-pale-ale-04024C9C316AC8A11326

Se você também é fã deste estilo tenho certeza de que irá degustar ao menos uma hoje! Agora se ainda não conhece, deixe de lado o preconceito com cervejas amargas. Procure dicas de harmonização, você vai se surpreender!

 

Para minha felicidade estou com uma garrafa de Imperial IPA na geladeira esperando minha esposa chegar em casa para bebermos. E sabe qual é:

 

 

Só eu sei o quanto esperei por esse momento! Nada mais justo que beber essa pérola brasileira neste dia tão especial!

 

Saúde!

Patricio

Curso de Cervejeiro/ 2°turma

Posted in Cervejas em geral, Novidades Cervejeiras with tags , on julho 14, 2011 by cervejasbrasil

Forte na divulgação e produção de chope, sede da maior festa desse tipo de bebida da América Latina, Blumenau terá agora um Curso de Cervejeiro como novidade do Grupo Uniasselvi de Ensino Superior. Será o primeiro curso do gênero  oferecido por uma universidade no Sul do Brasil. Aos alunos já graduados que se matricularem no módulo complementar, será entregue certificado em nível de pós-graduação.

Vale ressaltar que a atividade não é para a formação de tecnólogo. É um curso de extensão com 360horas/aula, que habilita os participantes a trabalharem no setor.  Após a realização dos módulos será realizado um outro, complement, cuja certificação será de especialização para os participantes já graduados. As aulas serão realizadas em três finais de semana por mês.

Na lista de nomes de professores , especialistas na arte de fazer cerveja. A mais recente confirmação é Katia Jorge (ex-diretora e responsável pela elaboração das fórmulas da Cervejaria Devassa – recém adquirida pelo Grupo Schincariol). Também fazem parte deste time Amanda Felipe Reitenbach, Antônio L. de Almeida e Macedo, e Cilene Saorin, Guilherme Rolim, Kathia Zanatta, Otto Paulo Zschoerper,Alfredo Bracelos Ferreira e Paulo Schiaveto.

Sobre o curso

Carga Horária: 360 horas/aula
Local da Inscrição: Pelo site:http://www.icpg.com.br/website/pt_br/cursos_detalhes.php?base=vale&id=802 ou pessoalmente (Campus I – Rua Dr. Pedro Zimmermann, 385 – Salto do Norte – Blumenau-SC)

Limite de vagas: 40

Investimento: 12 parcelas de R$ 520,00, sendo a primeira no ato da matrícula e as demais a partir de Agosto de 2011. (não incluído o módulo complementar para especialização)

Realização do curso: Agosto de 2011 a Agostode 2012.

Horário: Sextas-feiras das 19h às 22h e Sábados das 8h às 13h

Local: Grupo Uniasselvi/Fameblu  – Blumenau
Informações: (47) 3321-9058 e ass.extensao.fameblu@uniasselvi.com.br

Os professores e suas experiências

Katia Jorge – Ex-diretora e responsável pela elaboração das fórmulas da Cervejaria Devassa – recém adquirida pelo Grupo Schincariol.

Amanda Felipe Reitenbach —Doutoranda Eng.quimica, Mestra em Engenharia de Alimentos/Tecnologia Cervejeira pela Universidade Federal de Santa Catarina e especialização em cerveja pela UFLA. Atualmente participa como jurada de concursos nacionais e internacionais de cervejas, atua como consultora na indústria cervejeira, além de ministrar treinamentos e cursos relacionados ao setor.

Antônio L. de Almeida e Macedo — Mestre em Cervejaria pela Universidade Católica de Louvain, Bélgica. Possui mais de 25 anos de experiência no mercado cervejeiro tendo atuado em grandes cervejarias tais como Skol (na fase pré-AMBEV), Heineken e Kaiser.

Cilene Saorin — Mestra cervejeira com graduação na Espanha pela Universidad Politécnica de Madrid – Escuela Superior de Cerveza y Malta e sommelier de cervejas com graduação na Alemanha pela Doemens Akademie. Tem mais de 15 anos de experiência profissional. Trabalhou para Brahma, Petrópolis, Antarctica e AmBev no Brasil e FlavorActiV na Inglaterra, empresa líder na área de gestão da qualidade sensorial de cervejas.

Guilherme Rolim – Formado em Tecnologia de Produção de Cervejas e Controle de Qualidade de Processos – Siebel Institute of Technology, Chicago, EUA, graduação como Mestre Cervejeiro. Mais de 15 anos de experiência profissional trabalhando em grandes cervejarias como a AMBEV e Grupo Schincariol.

Kathia Zanatta – Formada como Biersommelier na Doemens Akademie, Alemanha. Atualmente é analista sênior de pesquisa e desenvolvimento de produtos do Grupo Schincariol. Tem experiência internacional, tendo trabalhado em uma das mais tradicionais cervejarias bávaras, a Paulaner Brauerei.

Otto Paulo Zschoerper — Mestre cervejeiro diplomado em Berlim, com atuação por 31 anos na Brahma/Ambev/ABInbev.

Paulo Schiaveto — Formado em Louvain-la-Neuve, Bélgica, em 1995. Trabalhou em grandes cervejarias por mais de 10 anos, em especial na área de qualidade e estabilidade de sabor das cervejas. Atualmente presta assistência técnica na área cervejeira tanto nas cervejarias de grande porte como para microcervejarias e homebrewers.


Dia mundial do Rock – Cerveja e Rock n Roll

Posted in Cervejas em geral, HomeBrewer with tags , , on julho 13, 2011 by cervejasbrasil

Dia Mundial do Rock é regra: Reunir amigos para curtir Rockn Roll e claro beber umas. Hoje é dia de homenagear a todos os roqueiros, e como o Blog é dedicado a cerveja, e Cervejeiros em sua grande maioria são roqueiros, que por sua vez são grandes bebedores de cerveja… Resolvi homenagear os amigos cervejeiros! Como são muiiiiito amigos cervejeiros e todos roqueiros, separei algumas brejas mineiras que tenho registro e a pra eles vão os clássicos que gostaria de ouvir hoje bebendo suas brejas.

Não poderia começar por outra cerveja:

Küd Bier – Smoke on the Water

Para a cervejaria mais roqueira do Brasil, um clássico que já trás a idéia da Cerveja e a homenagem já vem no  Rótulo.

 

Conheci dios cervejeiros a pouco tempo, Antonio Augusto e Emanuel. Os caras são do Rock  e também homenageiam o Velho Rock n Roll com suas brejas:

 Old Rock Rauch Bier

Como diria Rauzito: “O negócio é Rockão antigo!”

 

Uma homenagem aos meus camaradas Vittorio e Rick MobBier por todas as brassagens sempre ao som de muito Rock n Roll:

Mob Bier – Mob Rules

 

Cerveja Vinil

Os caras além de elaborar cervejas maravilhosas, comandam eventos cervejeiros em Minas Gerais evidentemente ao som de muito Rock!

O Clip abaixo da nome a uma de suas grandes cervejas!

Baba O’Riley

 

SmedGard

Para a primeira e única cerveja Viking Pagã do Brasil:

Uma homenagem à cerveja Church Incinerator. Uma Smoked Dark Ale brassada no fogão a lenha.

 

Para meu amigo da Felipão da Taberna dos Vales, um clássico:

 

O cervejeiro Armando fontes, além de produzir as deliciosas cervejas Vilã, é grande roqueiro e em homenagem a ele e o camarada Toteya (cervejeiro roqueiro) vai um Rock n Roll nacional:

 

A Cerveja Grimor merece um clássico, até pelo seu premiado rotulo com cara inglesa.

Para o casal cervejeiro mais roqueiro e popular do Brasil:

 

A cerveja  Bento Bier Cachaça Ale Dry Boldation que leva cachaça e boldo, 2° Colocado no Concurso Mineiro, logo , Rock Mineiro pra ele:

 

Para meus camaradas Rildo e Rogério  que ajudaram na elaboração da Pokus SPELL, 2° colocado no estilo ESB do concurso Mineiro 2011:

 

e para homenagear o confrade Humberto, da cervejaria Jambreiro, Campeão Mineiro 2011 e 2° Lugar no Nacional…

 

Dedico este post a todos os cervejeiros do Brasil! Infelizmente não deu tempo de homenagear a todos os amigos, mas vocês são do rock e entendem!

FOR THOSE ABOUT TO ROCK  WE SALUTE YOU

 

 

6°Concurso Nacional das Acervas – SC 2011

Posted in Festa Cervejeira, HomeBrewer with tags , , , , , on julho 1, 2011 by cervejasbrasil

A uma semana acontecia em Santa Catarina mais um super evento cervejeiro brasileiro: O concurso Nacional de Cervejas Artesanais  organizado pelas Acervas, nesta ocasião, pela Acerva Catarinense.

Não tive a oportunidade de comparecer este ano, mas não foi por falta de vontade. O evento vai muiiiito além do que muitos podem imaginar.

Fora o privilégio de degustar Grandes Obras Nacionais, muitas delas na pressão, é possível conhecer grandes figuras do meio cervejeiro, desde donos de bares referencia na cultura cervejeira até mestre cervejeiros e formadores de opinião.

Sem contar as inúmeras palestras e workshop

Aliás, outro ponto que é importante ressaltar é que estamos formando em nosso país grandes especialistas no que diz respeito à avaliação de cervejas, elevando assim o nível das competições.

Percebe-se pelas fotos a seriedade com a qual os jurados encararam as cervejas competidoras.

Elogios à organização foi o que não faltou. Basta ler posts dos Blogueiros que tiveram a oportunidade de estar no evento para comprovar.

Abaixo links de alguns Blogs que cobriram o evento:

http://www.hominilupulo.com.br/category/video/

http://acervabaiana.wordpress.com/

http://www.brejas.com.br/blog/29-06-2011/vi-encontro-nacional-cervejas-artesanais-9367/

http://conscerva.blogspot.com/2011/06/6o-encontro-nacional-acervas.html

http://confece.blogspot.com/2011/06/o-que-acontece-na-confraria-fica-na.html

Agora uma das melhores coisas de se estar num evento desses é a proximidade com os produtores.

Não há nada melhor que beber uma cerveja e poder conversar com o seu produtor sobre a mesma. Saber do artesão alguns segredos de sua obra de arte… Fantástico.

Fica aqui meus parabéns a todos os competidores, em especial aos ganhadores, Organização e todos que apóiam a Cultura Cervejeira Brasileira!

Segue os vídeos postados pelo excelente Site Homini Lúpulo com a Premiação:

Algumas fotos dos Campeões:

Segue os nomes dos premiados:

English Barleywine
1º lugar: Fábio Krüger Laux
2º lugar: Humberto Ribeiro Mendes Neto
3º lugar: Paulo César Pereira
4º lugar: Daniel Caruso
5º lugar: Luis Carlos Avoletta
Bohemian Pilsner
1º lugar: Nicholas Bittencourt
2º lugar: Ido Décio Schneider
3º lugar: Carlos Henrique Rampazzo Almeida
4º lugar: Leonardo Botto
5º lugar: Leonardo Kossatz Lopes
Classic Rauchbier
1º lugar: Eduardo Nunes Rodrigues
2º lugar: Bernardo Lepikson
3º lugar: Carlos Marcello Siqueira
4º lugar: Tiago Beetz
5º lugar: Carlos Henrique Rampazzo Almeida

Não poderia deixar de prestar minha homenagem ao grande homenageado Marco Falcone:

É um privilégio ser um cervejeiro do tempo deste homem!

Abaixo mais fotos do evento:

Jurados e Premiados

Mulheres Cervejeiras

As incriveis representantes das confrarias femininas CONFECE, FemAle e Maltemoiselles

Viva a Revolução Cervejeira!

Viva a Cerveja Especial Brasileira!

Patrício

Créditos: Rômulo Ceretta

Agradecimento :    Amanda Felipe Reitenbach  e Eduarda Dareau pelas fotos concedidas.